Ecoprogresso

  1. Reduções Certificadas de Emissões (CERs)

    Créditos de carbono gerados através de projectos CDM.

  2. Reduções Certificadas de Emisões - de Longo Prazo (ICERs)

    Créditos emitidos para um projecto de florestação ou reflorestação que expiram no final do período de crédito do projecto. As lCERs são emitidas para o aumento líquido dos stocks de carbono que ocorreu desde a última verificação.

  3. Reduções Certificadas de Emissões - Temporárias (tCERs)

    Créditos emitidos para um projecto de florestação ou reflorestação que expiram no final do período de cumprimento seguinte àquele em que são emitidos. As tCERs são emitidas para o aumento líquido dos stocks de carbono que ocorreu desde o início do projecto.

  4. Reduções Verificadas de Emisões (VERs)

    As VERs são reduções de emissões geradas por projectos de pequena escala e que são avaliadas e verificadas por organizações e não através da UNFCCC.

  5. Registo Central Europeu (CITL)

    Programa electrónico iniciado a 1 de Janeiro de 2005 em conformidade com a Directiva 2003/87/CE, que sublinha a necessidade de existir um diário independente de operações que registe a emissão, transferência e cancelamento de licenças de emissão na União Europeia.

  6. Registo

    O registo é a aceitação formal de uma actividade de projecto (validada por uma DOE) enquanto projecto CDM pelo Comité Executivo. O registo é um pré-requisito para a verificação, certificação e emissão de créditos (CERs) de determinado projecto.

  7. Registo do CDM

    Na 13.ª Reunião, o Conselho Executivo designou o Secretariado da UNFCCC como o administrador do registo do CDM. O secretariado operacionalizou uma versão do registo que, apesar de poder comunicar com o ITL, está temporariamente a operar enquanto sistema isolado e está a ser utilizada para as CERs emitidas dos projectos CDM registados.

  8. Registo Internacional de Transacções (ITL)

    Base de dados planeada para centralizar e verificar todas as transacções internacionais de unidades comercializáveis no âmbito do Protocolo de Quioto e o seu cumprimento com as regras e políticas do Protocolo.

  9. Reserva do Período de Cumprimento

    Para evitar a venda excessiva de unidades do Protocolo de Quioto (AAUs, CERs, ERUs e/ou RMUs), as Partes do Anexo I têm sempre de manter um determinado nível mínimo de unidades no seu registo durante o período de cumprimento do Protocolo, designado reserva do período de cumprimento.

  10. Reserva JI

    O Plano Nacional de Alocação de Licenças de Emissão para o período 2008-2012 de um país que albergue ou pretenda albergar actividades de projecto previstas pelos mecanismos de flexibilidade do Protocolo (CDM ou JI) deverá estabelecer uma reserva de licenças de emissão, que serão canceladas no caso de projectos que directamente (projectos em instalações abrangidas pelo CELE) ou indirectamente (projectos que afectem as emissões de instalações abrangidas) levem a uma dupla contagem da redução de emissões.

© Ecoprogresso. All rights reserved. (QD IT)